CONTATO - Perguntas mais frequentes

ESSAS RESPOSTAS PODEM AJUDÁ-LA MUITO



1) - Qual a melhor máquina a comprar?

 

Considerando o clima brasileiro e a relação custo/benefício, as melhores máquinas para o tricô doméstico são as de 200 agulhas.

Dentre elas, os modelos mais comuns são também os que mais facilmente podemos encontrar no mercado: as marcas Elgin e Lanofix.
Na marca Lanofix Silver, o modelo mais atual disponível no Brasil é o SK-280; na marca Lanofix Nova Geração é o TH860 (manuseio similar às Elgin); e na marca Elgin é o modelo 840.

 

Máquinas Lanofix, importadas, podem ser encontradas novas, nas lojas da marca.
No segmento de máquinas usadas (semi-novas), pode-se conseguir essas mesmas marcas e modelos, além de inúmeros outros, lançados anteriormente; veja todos no item MÁQUINAS - Modelos Usuais no Brasil.


2) Onde comprar uma máquina?

 

Existem lojas especializadas que vendem máquinas. Como ponto de partida para sua pesquisa, no item MÁQUINAS - Lojas revendedoras, citamos as mais tradicionais que, para facilitar, enviam a máquina para qualquer cidade brasileira. Consulte-as ou visite-as.


No segmento de semi-novas (usadas), o mercado é bastante diversificado. A maioria das Assistências Técnicas
espalhadas pelo Brasil é também, revendedora delas.

 

Mas você pode pesquisar máquinas diretamente
(sem intermediários), através do Classificados
Tricocursos
ou de classificados em jornais da sua cidade.




3) - Qual o preço de uma máquina?

 

Como não comercializamos máquinas e/ou acessórios, não temos essa informação precisa.

 

Sugerimos uma negociação direta com as lojas e revendedores pois cada empresa tem sua própria política de preços, financiamento, promoções, etc..


4) Que acessórios devo comprar junto da máquina?

 

Num primeiro momento, sugerimos a mesa e, como opção útil, a frontura.

 

A mesa porque tem uma estrutura e uma altura especialmente projetadas para dar conforto a quem estiver operando a máquina (veja as medidas exatas da mesa no item MÁQUINAS/Acessórios).
E sugerimos também a frontura por ser o acessório que complementa inteiramente os recursos que a máquina disponibiliza.



5) - Como vou aprender a usar a máquina?

 

Se você estiver comprando uma máquina numa loja, ela deverá fornecer-lhe cerca de 8 horas/aula gratuitas onde uma professora ensinará o que chamamos de Curso de Manejo: como colocar o fio, ajustar a máquina, o que são e para que servem todos os botões e alavancas dela, como movimentar o carrinho, etc.

Existem ótimas professoras de manejo e você consegue, nessas 8 horas, ter uma boa e importante noção de como utilizar a máquina. Se puder, procure fazer essas aulas.

 

Se você estiver adquirindo uma máquina usada, procure negociar, com a vendedora, que ela lhe dê ao menos as noções iniciais (colocação do fio, regulagem da máquina, uso das cartelas, do carro de verão (quando for o caso), etc); a partir dessas primeiras noções você compreenderá muito melhor o Manual de Instruções da máquina (se não o tiver, saiba que pode adquiri-lo junto de uma assistência técnica).

 

Se você estiver distante de qualquer possibilidade de acesso a um curso de manejo, pode aprendê-lo perfeitamente através do Manual de Instruções e do nosso suporte especial. Contate-nos para maiores orientações.

 

Sabendo mexer bem na máquina, conhecendo-a adequadamente, poderá então programar-se para aprender a fazer ótimas roupas nela. A isso damos o nome de Curso de Confecção que é, a propósito, nossa especialidade (veja o item Cursos.

 


6) Fiz o curso gratuito quando comprei a máquina mas "não aprendi nada". Que devo fazer?

 

É preciso destacar que o curso fornecido pelos revendedores não tem por objetivo ensinar a produção de uma única peça de roupa. As pessoas podem confundir isso mas é preciso ressaltar que este curso inicial, chamado de manejo, tem por única meta ensinar a MANUSEAR A MÁQUINA.

 

É normal, portanto, que saia dele ainda sem saber produzir roupas.

Mas deve sair com um grande conhecimento da máquina, como ela faz os vários tipos de pontos, aumentos, ajustes, orlas, etc., etc.

 

O que você deve fazer depois do curso de manuseio é um outro curso, o de confecção, este sim com o objetivo de ensinar a fazer roupas e todas as técnicas envolvidas nesse processo.

Esse curso, de confecção, é o grande motivo de todo o nosso trabalho (veja o item Cursos para maiores detalhes).

 



7) - Quero instalar uma malharia. Que máquinas devo adquirir?

 

O tricô industrial é bastante diverso do tricô à máquina chamado doméstico.

Tem outra técnica de produção, outros equipamentos, outro tipo de utilização da mão de obra.

 

Além disso, tem uma variedade de segmentos (produção de meias, de camisas masculinas, de blusas, de roupas infantis, de luvas, etc), e para cada um desses segmentos existem máquinas apropriadas.

 

Sugerimos uma pesquisa detalhada junto às entidades relacionadas às pequenas e micro empresas e ao SEBRAE.

 


8) Como conseguir as cartelas de cores que estão no site?

 

As fábricas de fios não têm como enviar, a cada possível cliente, uma cartela de cores física (com amostras), como fornecem a todos os seus revendedores.

 

Por isso mesmo disponibilizamos as cores dos principais fios brasileiros no item FIOS - Cartelas de cores.

 

Você pode escolher a cor, ter uma noção das tendências em cores para a estação, na sua tela.


 

9) - Não tenho máquina mas gostaria de fazer um curso para ver se vou gostar. Posso?

 

Infelizmente desconhecemos a existência de aulas demonstrativas.

Normalmente a pessoa compra a máquina e, a partir desse fato, passa a aprender toda a gama de aspectos a ela relativos (manuseio, confecção, etc.).

 

Até porque o aprendizado é estimulante e requer que a pessoa tenha acesso a uma máquina para poder praticar o que está aprendendo.


10) Na minha região não encontro variedade de fios. Onde encontrá-los?

 

Hoje já se pode comprar, à distância, graças à tecnologia e rapidez das comunicações.

 

Você pode, por exemplo, escolher as cores no nosso site (veja FIOS - Cartelas de cores), contatar a loja de sua escolha por telefone ou e-mail (veja vários endereços de lojas de todo o Brasil no item Fios - lojas), pagar pelo banco e receber sua compra pelo correio ou transportadora.


 

11) - É muito caro fazer esse curso (Tricocursos)?

 

É a forma mais barata, confortável (sem sair de casa) e prática de aprendizado, como demonstramos nas informações relativas ao nosso curso (solicite-as através do Fale Conosco).

 

E com suporte, serviços únicos e especialíssimos, qualidade e apoio durante todo o curso e até muito depois dele.


12) Posso escolher somente determinadas apostilas?

 

As apostilas trazem um conteúdo cumulativo onde os conhecimentos vão sendo progressivamente ampliados a partir do que foi sendo ensinado.

 

Elas estão em linguagem de aulas e, como aulas de qualquer curso, vão evoluindo numa sequência natural, como são fornecidas.


 

13) - Tricocursos tem filiais, representantes ou associação com alguma loja, revendedor ou assistência técnica?

 

Não. TRICOCURSOS não tem qualquer relação associativa com lojas (de NENHUM tipo, de nenhum país, estado ou cidade), nem com revendedores de máquinas, fios, cursos ou assistências técnicas.

 

Todas as alunas TRICOCURSOS são diretamente ensinadas e atendidas a distância por equipe própria (sediada em Blumenau, Santa Catarina).

 

Ressaltamos que prestigiamos todas as lojas, assistências técnicas, etc.do ramo, pois elas dão importante suporte a todas as tricoteiras, incluindo aí as nossas alunas. Tanto que estamos abertos a divulgar essas empresas aqui nesse site.


14) Quanto tempo demora para receber uma apostila?

 

Fazemos o envio das apostilas sempre no dia útil seguinte à concretização do pedido/pagamento. Elas são enviadas por PAC ou REGISTRADO (dependendo da quantidade de apostilas solicitadas).
A partir daí o prazo é o normal do Correio: para registrados o prazo médio é de 7 dias úteis e para o PAC a média gira em torno de 5 dias. Naturalmente que cada estado, em função da distância, pode ter prazos diferentes.

 

Você terá acesso ao nosso ACOMPANHAMENTO onde poderá fazer o rastreamento, direto dos computadores do correio, para controlar a chegada da(s) apostila(s).

 

topo topo